sexta-feira, 29 de dezembro de 2017

Existem armadilhas nas decisões de dirigentes organizacionais?


John S. Hammond, Ralph L. Keeney e Howard Raiffa, no artigo The hidden traps in decision making (Harvard Business Review, 1998), afirmam que tomar decisões é o mais importante trabalho de um executivo, sendo também o mais difícil e arriscado. Eles examinaram um conjunto de armadilhas psicológicas relevantes na tomada de decisões e, neste breve artigo, comentamos cinco, associando-os às decisões dos conselhos de administração e das diretorias executivas. 

sexta-feira, 15 de dezembro de 2017

Caso Enron: a derrocada da empresa mais admirada dos EUA


A Enron foi criada em 1985, a partir da fusão entre a Houston Natural Gas e a InterNorth, ambas do setor de gás. Em 1989, a Companhia começou a comercializar o produto como commodity e terminou por se tornar a maior comercializadora de gás natural dos EUA e da Grã-Bretanha, com sede em Dallas, Texas (EUA). Ela diversificou sua atuação na área de energia e também entrou em novos negócios, como internet e derivativos entre outros. Antes de sua derrocada, a Enron chegou a empregar mais de 20 mil pessoas e a ser a empresa mais admirada dos Estados Unidos. 

sexta-feira, 8 de dezembro de 2017

Indicação: livro “Canibais com garfo e faca”


Cannibals with forks – the triple bottom line of 21st century (Canibais com garfo e faca – o triple bottom line do século XXI), escrito pelo sociólogo britânico John Elkington, foi publicado originalmente em 1997 e se tornou uma das principais referências da literatura sobre sustentabilidade. A inspiração para o seu título é o questionamento do poeta polonês Stanislaw Lec, autor de uma indagação: se um canibal usar garfo e faca, isto será progresso? Na linha desse questionamento, John Elkington questiona se empresas que destroem outras empresas têm comprometimento com o tripé prosperidade econômica, a qualidade ambiental e justiça social.